Dia 14 – Mudança de hábitos – Palavra do dia: Veneta

Para escrever o post de hoje, eu acabei lendo um livro inteiro, o e-book Mude seu Corpo disponibilizado no site www.mude.nu. É notório que um livro contém muito mais informações do que seria possível abordar em um post, por isso escolhi apenas um capítulo, Capítulo 04 – Mudança de Hábito. 

Vim atualizar vocês, o site http://www.mude.nu mudou de domínio e agora é possível acessá-lo por meio do site: www.mude.vc. Eu sei que vocês que vieram parar aqui buscam de alguma forma um desenvolvimento pessoal. Vou dar um conselho a vocês, do fundo do meu coração. Façam como eu e aceitem “O Desafio: Aprender”, estabeleçam uma meta 15 dias, 30 dias, e todo dia busquem um conhecimento novo.

( Eu não ganho nada com isso, nem um centavo, nem mesmo com propagandas, não ganho nem acessos no site, só quero ajudar mesmo!)

3 meses depois do Desafio, eu tinha emagrecido uns 6 quilos, melhorei meu desempenho em provas de concurso consideravelmente, aumentei meu vocabulário, fiz até novas amizades, ganhei apostas, fiz cursos de como aprender a estudar, conheci uns canais de desenvolvimento pessoal no Youtube e li mais de 4 livros didáticos – eu nunca havia lido um livro sequer antes disso – (daquele tempo até hoje eu li , dois de Constitucional; três de Auto-ajuda; dois de Português; Matemática; GTD ; Scrum; sem contar os e-books; a Constituição conta?).

Mais sobre os resultados dO Desafio.

Hoje meu estudo estudo está em outro nível, estou extremamente mais focado, me livrei de hábitos ruins, descobri que “métodos de estudo” genéricos são uma furada, mas são baseados em preceitos que você precisa conhecer (assim como técnicas para mudar de hábitos), minha habilidade para liderar pessoas evoluiu muito, disciplina, atitude, organização, compreensão, aprendi a lidar com minha ansiedade, com meu relacionamento, diminui a raiva. Sou uma pessoa totalmente diferente hoje.

O que você vai aprender com O Desafio? Só você vai poder me dizer depois!

Obs.: Métodos genéricos de mudança de performance são indispensáveis para aprender os princípios do desenvolvimento e o caminho que você deseja seguir, aplique-os, entenda-os e aprimore-os.

Qualquer dúvida, podem me contatar diretamente e resultados me contatem também, pode ser diretamente, pode ser por comentários! Obrigado pela visita!

Palavra do dia

Veneta

meme-virando-a-mesa-veneta

  • s.f.Acesso repentino de loucura.
  • [Por Extensão] Capricho repentino; telha, tineta.
  • Dar na veneta, vir à lembrança: deu-me na veneta sair cedo.
  • É uma palavra muito usada pela pessoas no Ceará no sentido de vontade repentina.

Aprendizado diário

Mudança de Hábitos

Fight the PowerTodos nós temos maus hábitos que desejamos acabar, bons hábitos que desejamos inserir no nosso dia-a-dia e até mesmo hábitos ruins que desejamos substituir por outros melhores. Para auxiliar esse desafio, fui em busca de um conhecimento específico que pudesse esclarecer como os hábitos realmente funcionam em nosso cérebro e como mudar isso.  

Os hábitos são de certa forma uma característica evolutiva que permite que, ao repetir sempre a mesma tarefa, o cérebro se acostume e não precise “pensar” tanto para fazê-la de novo e de novo. Como consequência a área cerebral utilizada para aquela ação se torna pequena. Isso se torna evolutivamente bom, pois evitamos a necessidade de ter cérebros maiores, economizamos energia e além disso, diminui riscos para bebês e mães durante períodos de gravidez.

Por outro lado, infelizmente, muitas vezes nos habituamos a fazer coisas que nos fazem mal, como comer chocolate para desestressar, passar horas no Facebook para evitar o tédio ou até mesmo tomar uma cervejinha para relaxar. Benjamim Franklin já dizia “Se eu sei que algo não é bom, não tenho motivos para continuar a fazê-lo”.

mudanca-de-habito-o-poder-da-excecao

Benjamim tentava ao máximo evitar hábitos autodestrutivos, e contava os dias em que conseguia manter um hábito bom, e quando ele falhava, recomeçava a contagem a partir do zero. Essa é a prova de que mudar não é fácil e que haverão falhas, entretanto não é por isso que deve-se dar a veneta de desistir de tudo o que já conseguiu até agora e recomeçar o antigo hábito.

O que são os hábitos?

Para superar antigos hábitos, primeiramente devemos entender exatamente o que é um hábito. Basicamente, é uma sequência de ações (rotina) que fazemos quando alguma coisa acontece (gatilho) para ganharmos algum tipo de recompensa. Ou seja, é dividido em três partes:

ciclo-do-habito

  1. Gatilho
  2. Rotina
  3. Recompensa
Gatilho

rotina

É o ponto de início, o que dispara a ação, por exemplo:

  • Sempre que acordo, escovo os dentes. Gatilho: acordar.
  • Depois do banho, almoçar para ir para o trabalho. Sendo que nem sempre está realmente com fome. Gatilho: banho
  • Sexta depois do trabalho, tomar uma cerveja com os amigos. Gatilho: Fim do expediente.

O gatilho normalmente é respondido pelas seguintes questões:

  1. Onde você está? (LUGAR)
  2. Que horas são? (TEMPO)
  3. Qual o seu estado emocional? (ESTADO EMOCIONAL)
  4. Quem está por perto? (COMPANHIA)
  5. Qual foi a ação que aconteceu imediatamente antes de surgir o desejo? (ACONTECIMENTO ANTERIOR)
Rotina

É a ação propriamente dita. No exemplos a cima:

  • Rotina: Escovar os dentes
  • Rotina: Almoçar
  • Rotina: Tomar cerveja com os amigos
Recompensa

É o mais difícil de ser encontrado, seria o motivo por trás da rotina que te traz um certo bem estar. Depende muito de cada pessoa.

  • Recompensa 1: Sentir os dentes limpos, não ficar com mau-hálito, gosto de menta…
  • Recompensa 2: Saber que já almoçou, ter um horário fixo para almoçar, companhia de alguém, saciar uma necessidade por algum nutriente…
  • Recompensa 3: Aliviar o estresse, companhia dos amigos, conversar…

É interessante notar que, ao contrário do que imaginamos, a recompensa normalmente não é óbvia. Por exemplo, para os marqueteiros estabelecessem o hábito de escovar os dentes na vida das pessoas utilizaram a recompensa de sentir o frescor da menta, primeiramente imaginaríamos que a recompensa era ficar com os dentes limpos. Já no segundo caso, almoçar, imaginamos que a recompensa é saciar a fome, certo? Bem, no meu caso, eu almoço sempre no mesmo horário para ter uma companhia e um almoço agradável em família. Bem como no terceiro caso, a recompensa também é a companhia de amigos de uma forma descontraída, pois se eu realmente gostasse do sabor da cerveja ou qualquer outra bebida alcoólica, eu beberia em momentos que eu estivesse sozinho. Nesse caso, imagina-se que o que se busca é a embriaguez,

Como mudar?

Agora que sabemos exatamente o que são os hábitos, vamos aprender a mudar. Primeiro, deve ser feita uma análise nos seus atuais hábitos, então aconselho a não mudar a rotina ainda. Tenha um olhar crítico e anotações sempre a mão. Sempre que realizar um hábito que deseja mudar, pense e anote as seguintes questões:

  1. Qual é o hábito, a rotina?
  2. O que me levou a fazê-lo, qual o Gatilho? 
    • Faça aquelas perguntas mencionadas anteriormente, relativas a lugar, tempo, estado emocional, companhia e atividade anterior.
  3. Qual a recompensa?
    • Como essa pergunta muitas vezes não é facilmente respondida, sempre que terminar de realizar o hábito anote os 3 primeiros pensamentos, palavras, sensações ou sentimentos que lhe vier a cabeça.

Faça isso durante algum tempo, até ter um conhecimento consistente sobre seus hábitos.

Planejamento

planejamento

A próxima etapa é o planejamento. Aqui, deve-se levar em conta que as mudanças são feitas simplesmente com base em nossa força de vontade e que muitas vezes não é suficiente para aguentar tudo sozinha, portanto planeje de forma graduada, não retire todos os maus-hábitos de uma vez. A cada semana, ou 10 dias, refaça os planos e complemente com o que achar necessário e, importante, com o que achar executável. Não prometa o que não pode cumprir.

alarme

O plano deve conter os novos hábitos que deseja inserir no seu dia-a-dia, formas de retirar ao máximo os gatilhos ou substituir as rotinas referentes a cada gatilho e recompensas para cada tipo de rotina. Crie um plano que torne praticamente impossível recaídas. No entanto, por serem inevitáveis crie também algumas punições, algo que realmente te incomode, pode ser uma multa, pode ser pagar algum tipo de mico/vexame, pedir alguma coisa inusitada a um estranho, tomar um banho gelado…

Além de todas as dicas, para manter a força de vontade em alta, e conseguir cumprir o programado fale para pessoas próximas a você, poste no seu blog, poste no Facebook, utilize plataformas como o mude.nu ou grupos de assistência. Cientificamente, o ser humano tende a cumprir mais promessas se tiverem sido feitas a outras pessoas e não só a si mesmo. 

Hábitos são realmente difíceis de serem alterados, mas o conhecimento necessário é a arma perfeita para enfrentá-los com uma certa vantagem. Tenha força de vontade que certamente você conseguirá.

habito_10

Costumo pensar que os sonhos são construídos de passo em passo. Se o seu passo for parte uma rotina, acredite, seu sonho vai ser concretizado.

Sábios seguidores, desculpem me por não ter postado ontem. Por estar pesquisando, eu não consegui postar a tempo. Apesar disso, comecei a digitar antes de meia noite ontem, tecnicamente ainda está valendo.

Isso foi o que aprendi hoje(ontem), e vocês o que aprenderam?

 

Mais posts sobre O Desafio: Aprender

Anúncios

Um comentário em “Dia 14 – Mudança de hábitos – Palavra do dia: Veneta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s